Dados sobre utilizadores deste modelo
Libia
Iraque
Angola
Peru

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

Sukhoi Su-7 BM «Fitter A»
Avião de caça
Sukhoi Su-11 «Fishpot»
Caça interceptor
Sukhoi Su-17 / 20 «Fitter C»
Avião de caça
Sukhoi Su-22 M4 / 17 M4 «Fitter K»
Avião de caça

Sukhoi Su-22 M4 / 17 M4 «Fitter K»
Avião de caça (UAC-KnAAPO)
Sukhoi Su-22 M4 / 17 M4 «Fitter K»

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 19.03 M
Envergadura: 13.68 M
Altura: 5.13
1 x motores Lyulka AL-21F-3
Potência total: 11340 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 10800 Kg
Peso máximo/descolagem: 19400 Kg
Numero de suportes p/ armas: 9
Capacidade de carga/armamento: 3175 Kg
Tripulação : 1
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 1830 Km/h
Máxima(nível do mar): 1400 Km/h
De cruzeiro: 950 Km/h
Autonomia standard /carregado : 1200 Km
Autonomia máxima / leve 1400 Km.
Altitude máxima: 15200 Metros


- - -

Forum de discussão

A última das derivações desta família de aeronaves, o Sukhoi Su-17 M3 e M4 e o seu equivalente de exportação o Su-22, também referido como Su-22(M3) e Su-22(M4) que foi exportado para alguns países do Pacto de Varsóvia entre os quais a Hungria (M3).

O último dos Su-22(M4) possuia um motor mais possante AL-21F-3 e foram produzidos 166 unidades para países do Pacto de Varsóvia.

O motor mais potente implicou a necessidade de algumas modificações aerodinâmicas e a inclusão de tomadas de ar adicionais nas laterais da aeronave.

Embora o Su-17 M4 e o Su-22 M4 já não estejam ao serviço na Rússia, por haver muitas aeronaves do tipo em serviço, está presentemente disponível uma modernização (MLU) que permite transformar Su-17 mais antigos para o padrão Su-22M5, com a inclusão de sistemas de navegação mais modernos, radar modernizado e capacidade para disparar mísseis BVR (Beyhond Visual Range).



Informação genérica:
Esta família de aeronaves desenvolvida pelo gabinete de desenvolvimento Sukhoi, foi a resposta à predominancia do gabinete de desenvolvimento MiG durante o periodo do fim da II Guerra Mundial e até ao final dos anos 50.

A família de aeronaves tem a sua origem numa especificação da «aviação frontal soviética» para um caça pesado que tivesse capacidade ar-ar, mas que também pudesse ser utilizado como aeronave de ataque ao solo.

A versão de caça adaptado ao combate ar-ar mas também ao ataque, ficou conhecida como Su-7 e distinguia-se pela sua asa em flecha.

Várias aeronaves estão englobadas nesta familia:

Su-7 - Caça multifunções com asa em flecha.
Su-9 - Caça interceptor supersónico com asa delta.
Su-11 - Caça interceptor idêntico ao Su-9 com melhor radar enovos misseis.
Su-17 M2 / M4 - Versão completamente redesenhada e modernizada de caça multifunções. Os modelos Su-17 foram evoluindo até à mais sofisticada a versão Su-17 M4. «Fitter-K».
Su-20 / Su-22 - Trata-se da versão de exportação que evoluiu paralelamente ao Su-17. Normalmente as aeronaves dinham um desfasamento em termos tecnológicos, sendo comercializadas para exportação, apenas quando outros modelos mais sofisticados entravam ao serviço na União Soviética.


Notas:
O Su-7, bem assim como o Su-9 foram contemporâneos do muito mais famoso caça MiG-21. Os aviões Sukhoi, eram muito maiores e mais caros de fabricar e normalmente mais adequados à função de ataque que à função de caça.

As referências dos caças desenhados pelo gabinete Sukhoi podem levar a alguma confusão.
A referência Su-9 e Su-11 foi utilizada para designar uma versão soviética do caça alemão Me-262. Estes modelos são normalmente referidos como Su-9(I) e Su-11(I)
Houve durante os anos 50 (1956) um projecto de caça interceptor (projecto Sukhoi T-3/T-4) cuja versão final também foi designada Su-9 e que normalmente é referido como Su-9(II).

-

   
---