Dados sobre utilizadores deste modelo
III Reich / Alemanha

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

Bf-109B
Avião de caça
Me-109E
Avião de caça
Me-109F
Avião de caça
Me-109G
Avião de caça
Me-109K
Avião de caça
S-199 «Me-109»
Avião de caça

Acontecimentos relacionados
«Adlertag» O dia da Águia


Me-109E
Avião de caça (Messerschmitt)
Me-109E

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 8.65 M
Envergadura: 9.87 M
Altura: 2.5
1 x motores MB-DB-601
Potência total: 1175 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 1900 Kg
Peso máximo/descolagem: 2665 Kg
Numero de suportes p/ armas: 4
Capacidade de carga/armamento: 250 Kg
Tripulação : 1
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 550 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 375 Km/h
Autonomia standard /carregado : 660 Km
Autonomia máxima / leve 660 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 2 x 20mm MG FF (Calibre: 20 )

Forum de discussão

O modelo E do caça Me.109, é o mais importante modelo depois do modelo B. Os modelos intermédios, C e D, foram produzidos em quantidades pequenas e foram na realidade testes, que resultaram no modelo de produção Me-109E.

Este, inclui as modernizações e ensinamentos que resultaram dos testes ocorridos em Espanha, contra os caças russos. A Messerschmitt entendeu que o seu avião não era especialmente ágil e que por isso, para se superiorizar, precisava de maior potência.
Por isso, a versão "E" vem equipada com um motor Daimler Benz de injecção directa DB-601 de 1100 cavalos , uma potência muito superior à do seu antecessor. O aumento da potênci do motor ficou expresso na velocidade máxima da aeronave que passou de 470Km/h para 550Km/h.

Como aconteceu com muitos outros modelos de aviões alemães, este também teve varias sub-séries caracterizadas por pequenas diferenças.

O modelo 109E-1 tinha quatro metralhadoras 7,9mm e o modelo 109E-3 estava equipado com dois canhões de 20mm
Os primeiros modelos do Me.109E, ficaram prontos em 1938, tendo sido produzidos 1540 unidades. Destes, 45 foram enviados para Espanha no fim de Fevereiro de 1939. Nessa altura já quase não havia oposição por parte do governo repúblicano espanhol, e o Me-109E que era claramente superior aos caças de fabrico russo, alguns deles montados em Espanha não chegoua ser utilizado.

O Me-109E era o principal avião de caça ao serviço quando a Alemanha invadiu a Polónia em 1939, onde não teve dificuldade em superiorizar-se contra as aeronaves daquele país. Contra a França ele também conseguiu bastantes vitórias.

Contra a RAF durante a batalha de Inglaterra, o Me-109E, embora superior ao Hawker Hurricane Mk 1, nunca conseguiu superiorizar-se ao Spitfire Mk.I, principalmente pelo superior desenho e superiores capacidades aerodinâmicas do avião britânico, a que se juntava a superioridade técnica dos motores Rolls Royce, que tinham uma potência inferior aos motores do modelo alemão a baixa altitude, mas conseguiam produzir muito maior potência a altitudes elevadas (1305cv a 9000 pés contra 1036cv a 5300 pés). Isto permitia ao Spitfire superiorizar-se ao Me-109E alemão em quase todas as circunstâncias.

Embora o motor alemão fosse mais sofisticado em alguns aspectos e menos gastador (por causa da injecção directa) que o motor britânico, na realidade o facto de o caça alemão combater longe da sua base tornava esse factor pouco ou nada relevante.

Destaca-se ainda:
A versão Me.109E-4/B destinada à função de caça-bombardeiro com capacidade para transportar uma bomba de 250Kg. Ou quatro bombas de 50Kg.
A versão Me.109E-5 e E-6 que eram aeronaves destinadas ao reconhecimento aéreo.
A última versão do tipo «E», o E-7/Z tinha um motor DB-601E de 1350cv.

Informação genérica:
O Me.109 (ou Bf.109 nas primeiras versões) é o mais famoso caça alemão do periodo da II Guerra Mundial.

Desde que apareceu pela primeira vez em 1935 até 1940, o Messerschmit modelo Me-109, foi o melhor avião de caça do mundo.
Ele foi pedido pelo governo alemão, para substituir o Heinkel He.51 e o Arado Ar.68.

Os primeiros modelos foram encomendados como Bf 109B-0 e foram enviados enviados para Espanha onde foram submetidos a testes de evaliação logo na segunda metade de 1936, durante a primeira fase da guerra civil espanhola.

A versão Bf-109B foi lançada logo em 1937, sendo 45 deles enviados para combater em Espanha.

Na Primavera de 1938, aparece o modelo Bf-109C, equipado com um motor Jumo-210Ga de 730cv e armado com quatro metralhadoras 7,9mm dosi quais cinco unidades são imediatamente enviadas para Espanha.

O modelo Bf.109D, é uma evolução paralela ao modelo Bf-109C, mas equipado com um motor Jumo-210Da equipado com carburador, em vez de utilizar o sistema de injecção directa.
Destes, 35 unidades foram enviadas para Espanha.

Depois da guerra, o Me.109 continuou a ser produzido em Espanha e também na República Checa (Avia) e a aeronave voltou a ser utilizada operacionalmente por países como Israel, nas suas lutas pela independência nos anos 40.

-

   
---