Navios deste tipo:

D.Carlos I
Navio de pesquisa / Oceanográfico

Listar navios do tipo
Navio de pesquisa / Oceanográfico


Portugal
Navio de pesquisa / Oceanográfico classe
D.Carlos I
(tipo Stalwart)
Stalwart

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 2285 Ton
Deslocamento máx. : 2100 Ton.
Tipo de propulsão: Diesel / Electrica
Comprimento: 68.3 M - Largura: 13.1M
Calado: 4.6 M.
4 x Gerador electrico Caterpillar D-398B (1600cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 34 Autonomia: 12000Km a 3 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 11 nós


Forum de discussão

A classe Stalwart, era uma classe de navios desenhados nos Estados Unidos propositadamente para a pesquisa e identificação de submarinos soviéticos durante a guerra fria. Os Stalwart, deveriam ter capacidade para encontrar, perseguir e sinalizar submarinos nucleares da União Soviética.

Estes navios dispunham dos mais sofisticados equipamentos de detecção e escuta anti-submarina disponíveis. Além da sua tripulação normal, o navio tem instalações para pessoal técnico especializado no tipo de missão que lhe tiver sido atribuida.

Em Portugal, o navio foi convertido para ser utilizado como navio Hidrográfico / Oceanográfico.

Entre as funções conhecidas destes navios, após a sua conversão encontram-se:

- Sondagens costeiras e oceânicas.
- Estações para colheita de dados de correntes
- Colocação e levantamento de amarrações de correntómetros e marégrafos
- Colocação e lev.de bóias de medição da ondulação e respectivas bóias de protecção
- Estações de observação directa e registo de parâmetros químicos e físicos da água do mar
- Estações de colheita de amostras de água
- Colheitas de amostras de fundo
- Investigação com Remote Operating Vehicle (ROV), com utilização de câmaras de vídeo submarinas
- Investigação com sonar lateral
- Colheitas de amostras biológicas
- Emprego em exercícios conjuntos (apoio a resgate submarino, REA ( Rapid Environmental Assessment)
- Apoio diversificado a instituições civis, no âmbito de projectos científicos.
- Colheita de dados no domínio da oceanografia física e química, da geologia, da geofísica e química marinhas, da acústica submarina.

Foi também já usado em missões de cooperação com os países africanos de língua oficial portuguesa.

NOTAS:
======
Dispõe também de motor de manobra à vante.


Informação genérica:
Classe de navios de pesquisa e monitorização, construidos para o periodo da guerra fria, para análise das comunicações soviéticas mas acima de tudo preparados para detectar submarinos.
O desenvolvimento inicial do programa apresentou problemas com os estaleiros escolhidos para a construção que foram à falência durante a construção dos navios. Esses problemas foram sendo progressivamente resolvidos



As missões deste tipo de navios eram de aproximadamente três meses. Os navios utilizavam o sonar UQQ2-SURTASS cujos sinais eram enviados por satélite para instalações em terra.

O fim da Guerra Fria, tornou os navios redundantes por causa da dramática redução da actividade de submarinos soviéticos ou russos.
Os navios foram vendidos a vários países aliados dos Estados Unidos onde são utilizados para vários tipos de missões.


   
---