Sobre o areamilitar.net
Assunto: Esclarecimentos e notas sobre o site

Voltar à página principal

Origens do areamilitar.net
O areamilitar.net tem a sua origem no Verão do ano de 2002, numa ideia de três pessoas, duas em Portugal e uma no Brasil, de criar um site sobre temas militares em língua portuguesa. A ideia era criar um site que falasse sobre esses temas, mas que não ficasse dependente de visões mais ou menos nacionalistas e pouco objectivas sobre as realidades militares de um só país e que evitasse.

O areamilitar.net não é um site oficial relacionado com governos ou entidades militares de qualquer país, pelo que os dados colocados no site não são (nem é esse o objectivo) oficiais.

Qualquer informação que um leitor pretenda sobre questões directamente relacionadas com as forças armadas de qualquer país, deve ser solicitada directamente às entidades oficiais, forças armadas, ministérios ou respectivas unidades militares. Existem no entanto alguns links que podem ser úteis ( ver sites oficiais na página principal do site).

Objectivos
Desde o inicio que a ideia original sempre considerou que o site deveria ter uma função educativa e informativa. Deveríamos contemplar temas históricos, e deveríamo-nos fazer eco de noticias e acontecimentos que estivessem relacionados com questões militares, nomeadamente com compras, aquisições e utilização de equipamentos de forças armadas, dando alguma atenção para o tema das aquisições militares, permitindo aos cidadãos menos informados, entender quem compra o quê, a que preço, e qual é a opção que parece mais adequada.
Tentamos assim, explicar a pessoas que não têm nenhum contacto com estes temas, de forma tão simples quanto possível, o que são e para que servem e quanto custam muitos dos equipamentos e sistemas militares ao serviço ou já retirados.

Com esse objectivo em mente, surgiu a ideia de criar fichas com dados técnicos que permitissem efectuar uma ligação directa entre acontecimentos históricos e os equipamentos militares que estão ou estiveram relacionados com eles.

O areamilitar.net não tem nem teve nunca, qualquer pretensão especial. É apenas uma pequena iniciativa privada, que contou e conta não só com o apoio das pessoas que directamente colaboram com o site, como de todos aqueles que de forma anónima ou não, contribuem de alguma maneira com ideias, sugestões, correcções e actualizações, que permitem ir modificando e aprimorando os dados disponíveis para consulta.

Evolução
Nos primeiros tempos o número de fichas sobre meios e equipamentos militares era relativamente reduzido e estava colocado em fichas separadas e não relacionadas entre si. A partir do momento em que concluímos que para falar de temas militares dos países de língua portuguesa, também seria lógico falar de questões militares dos países vizinhos, ficou claro que teria que se modificar o modelo que inicialmente tinha sido escolhido.

Também fomos condicionados pelo nosso objectivo de informar pessoas que normalmente não tratam com estes temas, o que nos levou a um sistema de organização de dados, que permitisse agrupar os equipamentos militares por famílias, permitindo aos utilizadores do site uma visão histórica e de evolução dos vários equipamentos.

Versão II do site
Com a mudança de formato, todo o trabalho até então feito, teve que ser reconvertido, e por isso, entre o Verão de 2004 e o inicio de 2005 essa mudança levou a que optássemos por retirar o site de um servidor grátis, para um servidor pago que permitiria maior velocidade e melhores prestações. Por se tratar de um servidor pago, passámos a incluir módulos de publicidade que permitem manter o site apenas com o trabalho gratuito dos colaboradores, sem que os mesmos tenham ainda por cima que pagar os custos inerentes à manutenção do site online.
O areamilitar.net esteve fora do ar durante cerca de 3 meses e voltou experimentalmente em Fevereiro de 2005, então com o nome actual e num endereço próprio (www.areamilitar.net). Durante esse período experimental, como as matérias não estavam disponíveis, alguém se lembrou de passar a colocar notícias, o que levou à inclusão de um módulo sobre notícias da actualidade. Na verdade, as notícias não são nem nunca foram o objectivo principal do site. O nosso objectivo era que as notícias fossem relacionadas com as fichas técnicas, de forma a que as notícias servissem como complemento das fichas.

Também a partir de 2005 passámos a contar com um numero crescente de dados sobre uma maior variedade de equipamentos.
Os nossos objectivos de tratar temas históricos também continuaram a ter importância primordial, pelo que os principais conflitos mundiais do século XX levaram à inclusão de um número de equipamentos utilizados naqueles conflitos.

Comparações
Uma das ideias iniciais, que ainda não conseguimos por em prática, é a de criar um sistema que permita efectuar comparações entre equipamentos. Apenas um desses módulos está em funcionamento, com o objectivo de comparar veículos terrestres. As variáveis envolvidas são muitas e o actual sistema tem demonstrado não ser o mais eficiente para classificar de forma correcta as características dos equipamentos. O objectivo de utilizar um mesmo algoritmo para atingir valores comparativos tão realistas quanto possível ainda não foi atingido.

Audiência
A partir do dia 9 de Abril de 2005 o areamilitar.net passou a utilizar um sistema de verificação de visitas (StatCounter), que permite analisar a progressão do site e a sua aceitação. O sistema começou a funcionar no final da tarde e foram registadas 9 (nove) visitas nesse dia. O numero de visitas no entanto veio a subir constantemente ao longo dos meses e anos.
Em Maio de 2008, o numero de visitas desse mês atingiu a cifra de 109.040 e o número de páginas visitadas foi de cerca de 483.000. Em média, a cada 15 minutos temos o mesmo número de visitas que tivemos durante as primeiras 24 horas completas em 2005. O site tem mantido uma audiência estáve desde então. Em Março de 2011 foi batido o record, sendo ultrapassada a cifra dos 120.000 visitantes mensais, com 508.256 páginas visitadas. O valor médio estva em Novembro, em 100.000 visitantes mensais e 400.000 páginas vistas por dia.

Fontes
As fontes de informação utilizadas no site são tão vastas que a sua referência se torna num problema complexo. Praticamente não há uma única ficha que tenha uma só fonte de referência. Isto ocorre, porque os dados publicados nem sempre estão disponíveis numa só publicação ou fonte. Também ocorre que o numero de matérias publicadas tem aumentado e o numero de fontes aumenta de forma exponencial tornando virtualmente impossível[1] com o actual formato do site colocar uma ou mais referências para cada tema, ficha técnica ou matéria sobre História Militar.

Fotografias,  vídeos e Direitos de Autor
O site utiliza imagens e vídeos, que se considera serem de domínio público. Várias das imagens publicadas são de autoria própria dos colaboradores permanentes ou eventuais do site, mas não se reclama qualquer direito que não o da menção ao autor, quando a imagem contiver marca do site, como é o caso dos mapas que são por nós produzidos..

Não é nossa intenção reclamar qualquer título de propriedade intelectual ou direitos de autor sobre as imagens publicadas. Como é fácil de entender, pelas próprias características da Internet, a verificação desses direitos ou da sua existência é virtualmente impossível. Por esta razão, no caso de alguma das imagens publicadas de alguma forma colocar em causa algum direito de autor, o mesmo deverá solicitar a sua remoção ou menção.

Essa menção poderá ser feita publicamente no fórum que passou a estar disponível a partir de Dezembro de 2011.

Texto
No que respeita aos textos publicados, o areamilitar.net só publica textos originais (salvo onde se indica o contrário) e a menção a notícias publicadas na imprensa, tem um módulo (página) próprio, onde apenas se colocam notícias de outros meios de comunicação, que pela sua importância e relevância para o entendimento de questões militares são publicados.
Aquela colocação também está prevista na Lei e obedece a regras próprias, havendo sempre lugar à obrigatória menção da fonte e hiperligação (link) para o texto original. Também só podem ser publicadas notícias que estejam acessíveis publicamente.
Haverá no entanto casos, em que alguns órgãos de comunicação social mantêm notícias online durante um período limitado. Neste caso, com o passar do tempo a ligação para o artigo original perde-se.
Não temos meios de efectuar essa verificação, pelo que em algumas situações a hiperligação para essas fontes deixou de funcionar.

Autorização de publicação
O areamilitar.net é um site aberto, que não requer qualquer pagamento pela sua utilização. A publicação das matérias, fichas técnicas, comentários e opiniões publicadas, e de nossa autoria, é livre. Mas essa publicação deve ser obrigatoriamente acompanhada de uma hiperligação « link » para a matéria ou para a primeira página do site.

Referência ao areamilitar.net como fonte e responsabilidades inerentes
A utilização dos dados publicados é feita por conta e risco de quem optar por apontar o site areamilitar.net como referência. Normalmente as notícias e dados publicados são confirmados por mais que uma fonte. No caso das fichas técnicas, as pontuações e classificações dos meios militares, são resultado de algoritmos e de fórmulas matemáticas e noutros casos são valores estimados. Há ainda casos em que os valores são aproximados.
Qualquer pessoa ou entidade deverá ter isto em consideração e o areamilitar.net e os autores das matérias não poderão por isso ser objecto de qualquer responsabilização, por qualquer incorrecção, gralha, opinião ou dado técnico que se demonstrar estar errado.

Sendo uma iniciativa privada, o areamilitar.net também é - não se pode deixar de lembrar - efémero. Os promotores do areamilitar.net não garantem que o site se mantenha online nem assumem qualquer responsabilidade daí decorrente quando e se, tal ocorrer.

Política de privacidade

O areamilitar.net não regista qualquer dado do utilizador, para utilização e tratamento posterior. No máximo são utilizados «cookies» que são resultado da aplicação que gere as visitas.

O sistema de anuncios Google AdSense(c) que é utilizado no site pode utilizar cookies, que são utilizados para gerir os serviços de publicidade e promoção de produtos relacionados, e que são necessários para implementar um sistema de administração de anuncios com base no interesse dos visitantes. Toda e qualquer informação deste tipo, no caso de ser recolhida pelo sistema de anuncios AdSense, poderá ser removida a qualquer altura utilizando as instruções de utilizador do próprio navegador (Web Browser).
O areamilitar.net não tem qualquer responsabilidade ou intervenção directa ou indirecta na colecta de qualquer informação, que de qualquer forma nunca incluirá dados pessoais, dados bancários ou outras informações sobre dados privados.

Fórum do areamilitar.net (2011)

Vários utilizadores do areamilitar sugeriram repeditas vezes que o site incluisse um fórum de discussão.
A questão foi várias vezes analisada, mas como o objectivo do areamilitar nunca foi o de se dedicar ao às notícias da actualidade, sendo reconhecido que é a actualidade alimenta um fórum de discussão, e não sendo o areamilitar.net um site dedicado às notícias e debates, a inclusão de um fórum foi sendo adiada.

No entanto, foram incluidos sistemas externos de comentário às notícias e artigos de opinião. Esses sistemas demonstraram porém não ser a solução adequada. Em alguns casos as mensagens desapareciam após alguns dias, sem razão aparente, mesmo as mensagens dos administradores e gestores do site.

Foi então decidido, que na primeira oportunidade, se tentaria desenvolver um fórum que servisse de apoio às matérias publicadas.

Forum de apoio e não fórum de discussão

É importante entender que, o areamilitar.net continua a não se dedicar especialmente à actualidade e que não pretende por isso disponibilizar um fórum de discussão como os muitos que se podem encontrar pela internet afora.

O site, destina-se a apoiar os textos e as fichas técnicas, algo que já tinhamos percebido ser importante.
Assim, as fichas estão agrupadas em famílias e para cada família criada, pretende-se criar uma área de discussão.

Naturalmente que também as notícias mais relevantes terão o seu espaço dedicado onde os utilizadores e visitantes poderão expressar as suas opiniões fundamentadas. A fase «beta» de teste do site começará no inicio de Dezembro de 2011 e espera-se que esteja operacional até Fevereiro, altura em que se marcam 10 anos desde o aparecimento do prímeiro site de onde originou o areamilitar.net.


[1] – Não obstante, faz parte dos planos para uma eventual terceira versão do areamilitar.net, um módulo especificamente destinado às fontes de informação.

 

Questões e explicações
Ao longo dos últimos anos, têm sido colocadas várias questões e feitas várias observações por parte dos utilizadores. Algumas têm sido respondidas, outras não. A seguir encontram-se algumas das questões e comentários mais frequentes, acompanhadas da respectiva explicação (este parágrafo está em constante actualização).

Q: Falta o equipamento X ou Y ou a batalha Z
E: Nós não temos meios para colocar online todas as fichas técnicas de todos os equipamentos ou matérias sobre todos os conflitos. O âmbito relativamente largo dos temas tratados torna essa tarefa ainda mais difícil e o areamilitar.net, é um site dinâmico. Nunca há uma matéria que falta. Há sempre uma matéria que ainda não foi publicada.

Q: O equipamento X ou Y é utilizado por outros países
E: Quando colocamos uma ficha online, colocamos informação sobre a sua utilização sobre os países sobre os quais temos alguma informação. Muitos equipamentos foram utilizados por países que não estão assinalados, mas se não temos informação sobre isso, não podemos criar um capítulo, apenas para aparecer a bandeira do país utilizador.

Q: A marinha ou o exército do país X considera que o equipamento Y ainda não está ao serviço /  já foi retirado de serviço.
E: O areamilitar.net considera as notícias disponíveis na imprensa para considerar se o equipamento está ao serviço, se continua proposto ou se foi retirado ou entregue. Várias forças armadas têm regras próprias que levam a que por exemplo os navios sejam considerados em serviço, quando na prática já não estão. Por esta razão haverá sempre discrepâncias.

Q: Vocês estão desactualizados porque o equipamento X, já não está ao serviço
E: Neste caso solicitamos que nos seja enviada a respectiva correção, através da caixa de comentários que se encontra ou na página principal, ou nas próprias fichas técnicas, fazendo click no botão «sugerir alteração ao conteudo».
Mas é importante notar que há muitos casos em que os dados publicados são cedidos por colaboradores eventuais. É necessário verificar se os dados estão de facto desactualizados, porque em alguns casos temos recebido informações que estão mais desactualizadas que as que estão publicadas.

Q: O tanque X não é um tanque médio mas sim um tanque pesado.
E: O areamilitar.net tem fichas técnicas de equipamentos de épocas muito diferentes. Tivemos que estabelecer uma regra base. Um carro de combate leve, terá até 25 toneladas de peso máximo, um carro de combate médio terá de 25 a menos de 50 toneladas e um carro de combate pesado terá um peso igual ou superior a 50 toneladas. Independentemente disto, há veículos que são considerados médios, embora na sua época fossem considerados pesados (normalmente fazemos uma ressalva nestes casos).

Q: Porque o vosso site não tem mais vídeos e não inclui videos?
E: O tamanho do site é relativamente pequeno e as coisas foram organizadas para que a manutenção e edição de notícias e dados fosse o mais simples possível. Temos alguns vídeos do YouTube nas fichas técnicas, mas a nossa reduzida dimensão, meios e tempo, não nos permite criar os nossos próprios vídeos, nem temos planos para os criar no futuro.

Q: O vosso site é anti-russo
E: O areamilitar.net, por questões relacionadas com os próprios editores, dispõem de uma quantidade de informação desproporcional de equipamentos dos países do antigo Pacto de Varsóvia. O conhecimento mais aprofundado sobre as realidades desses equipamentos, que é resultado do estudo, leva a que as conclusões e análises sejam muito mais frias e realistas, que as que são publicados em sites desenhados por entusiastas.

Q: As vossas matérias têm muito pouco conteudo
E: O conteúdo do site é o possível, ainda assim, ele tem muito mais profundidade que a maioria. O areamilitar.net não foi feito para ser um site básico, mas também não foi feito para referência de profissionais. O nosso objectivo, é, desde o inicio o de servir para referência por parte de civis que querem informação pontual, organizada, e fiável sobre este ou aquele tema. Em alguns casos temos no entanto melhorado a informação disponível. Aliás inicialmente, previa-se um texto de apenas 256 caracteres para cada ficha.

Q: A notícia X está desactualizada, aquilo que vocês disseram está errado, porque não corrigem?
E: As notícias ou dados publicados, são as disponíveis na altura em que a mesma foi publicada. Ocorre que algumas vezes, os dados conhecidos em primeira mão acabam por não se confirmar. No entanto, não alteramos por principio notícias antigas, porque elas também são importantes quando se pretende informação sobre o historial de uma compra ou de uma venda.

Para terminar. O site areamilitar.net transformou-se numa referência para muita gente, visitado diariamente por milhares de pessoas, também por causa da atenção de muitos dos utilizadores, que nos comunicam as suas opiniões, que nos transmitem «dicas», correcções e criticas, sejam elas positivas ou negativas.

A todos eles, mais uma vez, o nosso Muito Obrigado.

PM/areamilitar.net
Novembro 2011

voltar ao site