visitar Jornal de Noticias

Região: Medio Oriente
Tema: Força Aérea

Os comentários aqui colocados são produzidos pelos leitores desta página, e não têm qualquer relação com o orgão de comunicação que produziu a notícia.
Israel será o primeiro alvo do Irão em caso de ataque americano

02.05.2006
O contra-almirante iraniano Mohammad Ebrahim Dehqani, da Guarda Nacional, afirmou hoje que Israel será o primeiro alvo se Washington atacar o seu país, noticiou a agência Irna.

`Se os Estados Unidos fizerem o papel de vilão, Israel será o primeiro alvo` da retaliação do Irão, declarou o oficial, porta-voz das manobras realizadas o mês passado no Golfo Pérsico.

Questionado acerca da capacidade de resposta iraniana a eventuais bombardeamentos dos B52 norte-americanos, respondeu: `Resistiremos`.

No início de Abril, o Irão realizou manobras no Golfo Pérsico, buscando não só obter apoio dos países da região como intimidar os detractores ocidentais do seu controverso programa nuclear.

Na ocasião, foi exibida uma ampla panóplia de armamento, com destaque para um míssil de ogivas múltiplas, outro capaz de evitar a detecção por radar e outro ainda, submarino, extremamente rápido.

Teerão está sob pressão da comunidade internacional - sobretudo dos Estados Unidos -, que receia o desvio do seu programa nuclear, dos alegados objectivos civis (produção de electricidade), para militares (fabrico da bomba atómica).


Link directo para a notícia


Mais noticias da imprensa:

Combates na Faixa de Gaza fazem centenas de mortos
Governo realiza retirada de brasileiros do Líbano
Israel será o primeiro alvo do Irão em caso de ataque americano
EUA admitem que Irão possa não ter ainda armas nucleares



A página “Recortes de Imprensa” é uma página de edição livre pelos utilizadores registados no Areamilitar.net. Não sendo o seu conteúdo verificado antes de publicação. Pelas suas características, poderá em alguns casos, ocorrer a publicação de matéria ou matérias que possam eventualmente ser objecto de “Direitos de Autor” em algum país.
Esclarece-se que a página, está elaborada em conformidade com o Art. 107, capítulo I, título XVII da legislação dos Estados Unidos da América, país onde se encontram alojadas as páginas e textos do Areamilitar.net.
Em conformidade com o disposto naquele artigo, esta página, destina-se a permitir a livre discussão sobre o tema (disponibilizando para o efeito uma caixa de comentários), não apresenta qualquer mensagem comercial, e respeita a origem da notícia referindo não só o autor, mas disponibilizando ligações para o artigo original. Além disso, não é permitida a publicação de qualquer notícia que não esteja disponível livremente na Internet à data da publicação.

Sendo a página de recortes da imprensa, produzida num espirito de "Boa Fé", poderão no entanto e eventualmente, ter lugar em algumas circunstâncias casos de violação inadvertida de direitos de autor. Neste caso e se houver razão para considerar que algum dos recorte de imprensa não está em conformidade com a legislação acima referida, deve ser contactado o areamilitar.net, através da caixa de mensagens disponível na primeira página, expondo claramente as razões e argumentos que permitam concluir sobre a eventualidade da ocorrência de qualquer violação de direitos. Caso a reclamação seja julgada procedente, o areamilitar.net, efectuará as necessárias alterações dentro dos condicionalismos técnicos impostos pelo sistema de gestão do site.