Conflitos internacionais


Translation to English not responsability of areamilitar.net.
Service is supplied as is and correct interpretation is not guaranteed.
Helicópteros franceses derrotam Alqaeda
Cidade de Konna controlada pelo governo do Mali
12.01.2013


Grupos de rebeldes militantes islâmicos que tinham tomado a importante localidade de Konna, que permite o acesso a Mopti (a terceira maior cidade do Mali), foram rechaçados por forças fieis ao governo de Bamako.
Em combates que decorreram na sexta-feira, tropas governamentais avançaram sobre a localidade, desalojando os rebeldes conotados com a Alqaeda, que controlam o norte e nordeste do país nas zonas desérticas e mais desabitadas do Mali.

A França decidiu intervir em apoio do governo do Mali, que por diversas vezes tinha pedido apoio para se defender dos cada vez mais agressivos grupos de rebeldes que se aproximavam de Mopti, cidade que marca a fronteira entre o sudoeste e o nordeste do Mali.
O exército do Mali foi severamente afetado por um golpe de estado em Março de 2012 e desde essa altura que a força se debate com grandes problemas, falta de coesão, armamentos e mesmo falta de dinheiro para pagar aos militares.

O apoio francês foi essencialmente aéreo, com o envio de helicópteros SA-340 «Gazelle» armados com foguetes anti-pessoal que foram utilizados para desalojar as forças rebeldes, que não possuiam meios de defesa anti-aérea, para além de algumas metralhadoras pesadas de 14,5mm.

Embora as forças rebeldes tenham sido rechaçadas, sabe-se que as tropas do exército do Mali controlam os acessos à localidade mas não chegaram a entrar nela para a retomar, pelo que a situação continua tensa e confusa.

Operação Serval

Os franceses designaram a operação de apoio de «Operacion Serval» e já reconheceram que tinham sofrido pelo menos uma baixa mortal. Vários helicópteros foram utilizados para atacar forças rebeldes, nomeadamente as colunas de veículos 4x4 em que estes se deslocavam.
A operação ordenada pelo presidente da França recebeu o apoio dos políticos do país, tanto dos apoiantes do governo como da oposição.

O resultado da operação, embora numa dimensão diferente, foi em tudo idêntico ao raid das forças ocidentais contra as colunas de blindados de Kadafi, quando estas se aproximavam da cidade de Benghazi en 2010.

Além dos helicópteros utilizados para o ataque, sabe-se que foi utilizado um número não discriminado de aeronaves militares, aparentemente utilizadas para reconhecimento.

Desde Março de 2012 a situação no Mali está tensa e confusa. Um golpe de estado levou a que a população de origem berbere no norte e nordeste do país tomasse o controlo de vastas áreas, mas uma movimentação por parte de fundamentalistas islâmicos derrubou o poder instituído pelos rebeldes berberes e instaurou um regime islâmico na região.

Ameaças islamistas

Depois de se ter tornado pública a notícia da intervenção francesa, grupos islamistas já ameaçaram com uma guerra santa contra os interesses franceses não só nos países islâmicos mas em todo o mundo.


Últimas noticias sobre este tema

Capital da Líbia isolada

Mali: Franceses às portas do último reduto

Tomada de Diabaly abre caminho para norte

Ataque argelino deixa 49 mortos

França intensifica ataques no Mali

Helicópteros franceses derrotam Alqaeda

Kadafi abatido

Combates chegam ao centro de Sirte

| Forças Armadas de Angola | Exército Brasileiro | Exército Português | Força Aérea Brasileira | Força Aérea Portuguesa | Marinha do Brasil | Marinha Portuguesa | Forças Armadas de Moçambique | Forças Armadas da Guiné-Bissau | Timor - Sociedade | Forças de defesa de Timor | Brasil | Moçambique | Portugal | Listagem de todas as notícias | Listar todos os navios | Listar todas as aeronaves | Listar armas ligeiras | Listar todos os veículos | Listar todos os mísseis | Listar sistemas de artilharia | Artigos de opinião | Médio Oriente | União Europeia | Europa fora a UE | América do Norte | América do Sul e Caribe | África | Índia e Asia Central | Ásia e Oceânia|
  ---