Sociedade / Política


Translation to English not responsability of areamilitar.net.
Service is supplied as is and correct interpretation is not guaranteed.
Rei de Espanha abdica
Felipe VI será novo monarca
02.06.2014


O Rei de Espanha, Juan Carlos I, anunciou nesta segunda-feira, 2 de Junho que abdicará ao trono, em favor do seu filho, o Principe das Asturias, Felipe de Bourbon.

O novo monarca será em principio conhecido como Felipe VI, o primeiro «Felipe» da dinastia de origem francesa da casa de Bourbon. Todos os anteriores monarcas que deram pelo mesmo nome, pertenciam à casa de Áustria (Habsburgo).

Problemas com a opinião pública

Embora tenha aparecido principalmente depois da tentativa de golpe de estado de 23 de Fevereiro de 1981 como o salvador da democracia espanhola, nos últimos anos a imagem de Juan Carlos deteriorou-se muito. A juntar aos escândalos com caçadas aos elefantes, a saúde de Juan Carlos não ajudou a melhorar a imagem da monarquia espanhola.

Regime em risco
A abdicação surge numa altura crítica para o Estado Espanhol, quando nações históricas do país como a Catalunha, se preparam para realizar um referendo que poderá dar legitimidade a uma futura declaração de independência. Os vários reinos constituintes do Estado Espanhol, têm muito em comum, mas têm igualmente grandes diferênças entre si, que poderiam justificar a separação.

O monarca, é um simbolo dessa unidade e Juan Carlos, de dia para dia, dava sinais de não ser capaz de continuar a ser o símbolo necessáriamente vigoroso, perante os desafios dos novos tempos que se avizinham.

Herdeiro de Franco
Independentemente da sua dedicação ao sistema democrático, muitos em Espanha nunca esqueceram que Juan Carlos I, foi escolhido pelo ditador fascista espanhol Francisco Franco para lhe suceder. A sua educação foi submetida a escrutínio do ditador e Juan Carlos cumpriu serviço militar em todos os ramos das forças armadas espanholas.
Juan Carlos via Francisco Franco como uma figura paternal, e nunca gostou que o ditador fosse criticado na sua presença.

Atado e bem atado
Franco, tudo fez para garantir que Juan Carlos lhe sucederia como chefe de estado, e que os militares obedeceriam ao rei, e não ao chefe do governo. A maior prova da fé que o ditador fascista tinha em Juan Carlos foi a sua famosa frase, referindo-se ao estado em que estava assegurada a transição do poder entre Franco e o futuro rei: Atado e bem atado».

Escândalos e corrupção
A monarquia espanhola, não tem problemas apenas com a saude do monarca. Uma das filhas do rei, está envolvida em escândalos de corrupção e desvio de fundos, num processo que prossegue nos tribunais, com a princesa e o seu marido a alegar inocência.
O próprio Juan Carlos, que nasceu em 1938 em Roma na Itália, durante a guerra civil espanhola, não ficou imune a escândalos e suspeitas. A primeira de todas, terá ocorrido ainda quando a família de Juan Carlos vivia em Portugal no Estoril. Em 1956, com 18 anos de idade, o principe, que visitava a família com alguma regularidade, terá assassinado o próprio irmão Alfonso, três anos mais novo. O incidente terá sido ocultado da opinião pública para evitar problemas maiores.

Após o casamento com Sofia da Grécia, Juan Carlos terá tido vários relacionamentos extra-conjugais e desses relacionamentos terão resultado pelo menos dois filhos ilegítimos, cuja idêntidade nunca foi revelada. Só em 2012 a questão foi comentada em Espanha e mesmo assim é sujeita a auto-censura pela imprensa.
Estas alegações vieram manchar ainda mais a imagem cada vez mais degradada de Juan Carlos.

Outro Felipe
O principe herdeiro, Felipe de Bourbon, deverá suceder ao seu paí, como Felipe VI. Será o primeiro Felipe, desde o colapso da dinastia Habsburgo que governava os reinos peninsulares desde o tempo do imperador Carlos V.

Ao contrário de todos os Felipes anteriores, que governavam cada um dos seus reinos separadamente, porque não existia o título de «Rei de Espanha», Felipe VI governará um estado com características diferentes, que tenta desesperadamente manter a imagem de estado unitário, à imagem do que foi criado em 1715, quando a casa de Bourbon chegou ao poder em Madrid.

A imagem do principe das Asturias é geralmente vista como positiva, numa família onde os escândalos se tornaram a norma. Esta imagem poderá ajudar a manter a unidade do estado espanhol.



[1] – Juan Carlos aparecerá na televisão na noite de 23 de Fevereiro, envergando uniforme militar, dando ordens explicitas para que fosse cumprida a legalidade constitucional, e forçando os golpistas a voltar aos quarteis.




Últimas noticias sobre este tema

Rei de Espanha abdica

Trapalhada governamental

Adeus Espanha ?

Receios de golpe de estado

Independentistas ganham eleições

Julian Assange capturado em Londres

Presidente da Polónia morre em acidente na Rússia

Espanha: Movimentos nazistas, saem à rua

| Forças Armadas de Angola | Exército Brasileiro | Exército Português | Força Aérea Brasileira | Força Aérea Portuguesa | Marinha do Brasil | Marinha Portuguesa | Forças Armadas de Moçambique | Forças Armadas da Guiné-Bissau | Timor - Sociedade | Forças de defesa de Timor | Brasil | Moçambique | Portugal | Listagem de todas as notícias | Listar todos os navios | Listar todas as aeronaves | Listar armas ligeiras | Listar todos os veículos | Listar todos os mísseis | Listar sistemas de artilharia | Artigos de opinião | Médio Oriente | União Europeia | Europa fora a UE | América do Norte | América do Sul e Caribe | África | Índia e Asia Central | Ásia e Oceânia|
  ---