Conflitos internacionais


Translation to English not responsability of areamilitar.net.
Service is supplied as is and correct interpretation is not guaranteed.
Capital da Líbia isolada
Milicias de Zintam controlam o aeroporto
16.07.2014


Desde que no domingo passado grupos de milicianos com origem na cidade de Zintan, destruiram vários aviões comerciais no aeroporto internacinal de Tripoli que a cidade se encontra isolada do resto do mundo. A situação tinha-se vindo a deteriorar desde o dia 7 de Junho, nos arredores de Tripoli, mas desde a passada terça-feira que a situação em volta do aeroporto se tornou explosiva.

A situação ameaça piorar e organizmos internacionais como as Nações Unidas já deram ordem para que fossem retiradas pessoas não essenciais ao funcionamento dos serviços.
Começaram a ser evacuados cidadãos estrangeiros atraves da fronteira com a Tunisia, já que o aeroporto de Tripoli, a 20km do centro da cidade (para sul) não pode ser utilizado.

Durante os últimos dias têm ocorrido combates entre forças leais ao presente líder da Líbia, que controla a região de Tripoli e grupos armados que originam da região de Zintan.
Estima-se que 90% dos aviões no aeroporto tenham sido atingidos, embora muitos deles já não estivessem em condições de voar.
Mas durante os combats, foram danificados vários aviões comerciais, de entre os quais, quatro Airbus A330, oito Airbus A319/A320 e um Boeing 737-800.

Situação for a de controlo

Na região de Benghazi, onde já há muito tempo se registam confrontos entre grupos rivais. De um lado o general Khalifa Haftar e do outro lado grupos islamitas, que Haftar acusa de simpatizarem com a Alqaeda.

Durante os últimos anos, os sucessivos governos líbios têm tentado conter os vários grupos étnicos cada um deles com a sua milicia, pagando altos salários aos seus chefes. Com os problemas causados pelo corte nas exportações, o governo ficou com dinheiro para cumprir a promessa de salários e os vários grupos ameaçam agora atacar-se uns aos outros.

A situação na Líbia está em turbulência continua desde que há cinco anos começou a contestação ao então ditador Muamar Khadafi. Vários grupos de rebeldes receberam apoio dos países europeus para derrubar Khadafi, mas desde então tem-se mantido uma situação de calma tensa ou de conflito de baixa intensidade entre várias fações.


Últimas noticias sobre este tema

Capital da Líbia isolada

Mali: Franceses às portas do último reduto

Tomada de Diabaly abre caminho para norte

Ataque argelino deixa 49 mortos

França intensifica ataques no Mali

Helicópteros franceses derrotam Alqaeda

Kadafi abatido

Combates chegam ao centro de Sirte

| Forças Armadas de Angola | Exército Brasileiro | Exército Português | Força Aérea Brasileira | Força Aérea Portuguesa | Marinha do Brasil | Marinha Portuguesa | Forças Armadas de Moçambique | Forças Armadas da Guiné-Bissau | Timor - Sociedade | Forças de defesa de Timor | Brasil | Moçambique | Portugal | Listagem de todas as notícias | Listar todos os navios | Listar todas as aeronaves | Listar armas ligeiras | Listar todos os veículos | Listar todos os mísseis | Listar sistemas de artilharia | Artigos de opinião | Médio Oriente | União Europeia | Europa fora a UE | América do Norte | América do Sul e Caribe | África | Índia e Asia Central | Ásia e Oceânia|
  ---