Conflitos internacionais


Translation to English not responsability of areamilitar.net.
Service is supplied as is and correct interpretation is not guaranteed.
ISIL atacado por americanos em toda a Síria
Aviões da Jordânia voaram missões de apoio
23.09.2014


O maior ataque aéreo desde que começou a campanha aérea americana contra o grupo terrorista ISIL, que controla parte do norte da Síria e do Iraque decorreu a partir das primeiras horas de terça-feira 23 de Setembro.

O ataque foi levado a cabo por forças americanas, mas teve o apoio direto e indireto de países como a Jordânia, Arábia Saudita, Bahreim, Qatar e Emirados Árabes Unidos.

Ao contrário do que tinha acontecido até agora, com ataques pontuais sobre posições do ISIL no Iraque, foram pela primeira vez atacados pontos fortes profundamente dentro do território da Síria, contra instalações que se sabe serem utilizadas pelo ISIL. Terão sido atacados armazéns e depósitos de armamento, utilizados pela organização terrorista para apoio das suas forças no terreno.

Navios da marinha norte-americana efetuaram ataques utilizando um total de 47 mísseis Tomahawk lançados a partir de um contra-torpedeiro no golfo pérsico e outro no mar vermelho.
Aeronaves norte-americanas terão participado nas operações, com facilidades cedidas pelos países que acordaram participar do esforço contra o ISIL.

F-22 «Raptor»
Foi igualmente anunciada a participação do caça Stealth F-22 «Raptor» o mais sofisticado avião de combate ao serviço da força aérea norte-americana.

Foi atacada entre outras a cidade de Raqqa, que é normalmente considerada como a capital do auto-denominado Estado Islâmico, ou Califado.

Ao mesmo tempo que decorriam operações militares contra concentrações e centros de logística do ISIL, a força aérea norte-americana também atacou o oeste da Síria, entre a cidade de Alepo e a fronteira com a Turquia. O objetivo era atacar o grupo Khorasan, uma organização afiliada da Alqaeda, que os responsáveis americanos acreditam estar a planear ataques bombistas contra território americano.

A Jordânia reconheceu que aeronaves da sua força aérea participaram em operações sobre o território da Síria. Embora não tenha sido referida a natureza das operações, especula-se que caças F-16 jordanos, desempenharam missões de proteção à aeronaves americanas de ataque.

Síria informada

O ministério das relações exteriores da Síria, afirmou que os Estados Unidos tinham informado o governo da Síria, através do seu representante nas Nações Unidas em Nova Iorque, que operações militares seriam conduzidas contra o ISIL em território sírio.


Últimas noticias sobre este tema

Turquia autoriza curdos a passar

Ancara autoriza operação de aeronaves

ISIL controla um terço de Kobani

ISIL atacado por americanos em toda a Síria

França envia armas para curdos do Iraque

Mísseis em guerra nos céus

Iron Dome confirma capacidade

ISIL proclama Califado

| Forças Armadas de Angola | Exército Brasileiro | Exército Português | Força Aérea Brasileira | Força Aérea Portuguesa | Marinha do Brasil | Marinha Portuguesa | Forças Armadas de Moçambique | Forças Armadas da Guiné-Bissau | Timor - Sociedade | Forças de defesa de Timor | Brasil | Moçambique | Portugal | Listagem de todas as notícias | Listar todos os navios | Listar todas as aeronaves | Listar armas ligeiras | Listar todos os veículos | Listar todos os mísseis | Listar sistemas de artilharia | Artigos de opinião | Médio Oriente | União Europeia | Europa fora a UE | América do Norte | América do Sul e Caribe | África | Índia e Asia Central | Ásia e Oceânia|
  ---