Sociedade / Política


Translation to English not responsability of areamilitar.net.
Service is supplied as is and correct interpretation is not guaranteed.
Dilma ganha com 51%
Votos do nordeste, garantem vitória do PT
26.10.2014


Com mais de 95% dos votos apurados, a atual presidente brasileira Dilma Ivana Russeva conseguiu ser reeleita para o planalto, depois da mais disputada eleição presidencial na história recente da democracia brasileira.

Dilma, que chegou nas pesquisas a ver sua reeleição em causa, logo quando Marina Silva atingiu a primeira posição, tinha voltado à liderança quinze dias antes da eleição. Depois Aécio Neves conseguiu o inesperado feito de liderar as pesquisas de vários institutos, nunca conseguindo porém uma posição de vantagem clara.

Na reta final da campanha, Dilma voltou à liderança com alguma vantagem, que perdeu nos últimos dias depois que acusações sobre o seu conhecimento de casos de corrupção na Petrobras, a empresa estatal brasileira de petróleo.

Vinda do Partido dos Trabalhadores, mas inicialmente do PDT de Leonel Brizola, figura histórica na luta contra o regime militar, Dilma é vista como uma politica relativamente apagada e sem carisma, que deve sua eleição ao apoio do anterior presidente Luis Inácio da Silva.

Sua base eleitoral são os estados do norte e do nordeste do Brasil, os mais pobres e também aqueles em que as políticas sociais do governo brasileiro, com programas de apoio financeiro às famílias mais desprotegidas tiveram mais impacto.

Já desde a administração Lula da Silva, essas políticas tinham a vantagem de garantir grandes votações para o Partido dos Trabalhadores, que tem sido acusado de comprar vitórias eleitorais com o programa Bolsa Família.

Nos estados mais ricos, do sudeste e do sul do Brasil, a votação de Dilma é muito menor, chegando a ser esmagada por Aécio Neves em estados chave como São Paulo.
Mas a vitória nos estados do Sul e do Sudeste, não consegue ultrapassar as votações altíssimas de Dilma, que em alguns estados do nordeste atinge valores superiores a 70%.

Política externa

Dilma, aparenta ser uma isolacionista em termos de politica externa. Apoiou disfarçadamente o regime do russo Vladimir Putin e criticou violentamente as escutas telefónicas que os serviços secretos americanos fizeram no Brasil, mas de resto do ponto de vista da economia, o Brasil continua completamente escorado numa relação extremamente fortíssima com os países da Europa e com os Estados Unidos.

Para os países com que Dilma aparenta ter mais afinidades politicas (ditaduras comunistas e regimes ditatoriais fascistas como a Rússia e a China) o Brasil se limita-se a exportar produtos agricolas. Já os produtos industriais brasileiros têm praticamente seu mercado nos países da América latina, Estados Unidos e Europa.

Em termos de defesa, Dilma caracterizou sua administração por uma passividade e inatividade vista por muitos miltiares com alguma desconfiança. No entanto, foi no governo Dilma que a longa novela do programa FX para a força aérea acabou com uma decisão clara. Outros programas deverão prosseguir, mas o governo brasileiro tem mostrado relutância em financiar programas de reequipamento que possam de fato alterar o equilibrio de forças na America do Sul e trazer o Brasil para o mapa-mundi, das potências que realmente têm capacidade de influência.

Ao mesmo tempo que está garantida com a vitória de Dilma, a continuação de programas de apoio social que para os críticos não levam a lado nenhum, porque limitam-se a criar uma geração de gente dependente do dinheiro do governo federal, também aparenta estar garantida uma posição para o Brasil em termos internacionais que não é compatível com sua dimensão econômica e demográfica.


Últimas noticias sobre este tema

Dilma ganha com 51%

Brasil é anão diplomático !

Estudo mostra receios dos brasileiros

Brasil vermelho !

Marina Silva obriga Dilma a 2º turno

Ahmadinejad chega ao Brasil entre protestos

Brasil: Troca de Ministro da Defesa

A-320 da TAM caiu em Congonhas

| Forças Armadas de Angola | Exército Brasileiro | Exército Português | Força Aérea Brasileira | Força Aérea Portuguesa | Marinha do Brasil | Marinha Portuguesa | Forças Armadas de Moçambique | Forças Armadas da Guiné-Bissau | Timor - Sociedade | Forças de defesa de Timor | Brasil | Moçambique | Portugal | Listagem de todas as notícias | Listar todos os navios | Listar todas as aeronaves | Listar armas ligeiras | Listar todos os veículos | Listar todos os mísseis | Listar sistemas de artilharia | Artigos de opinião | Médio Oriente | União Europeia | Europa fora a UE | América do Norte | América do Sul e Caribe | África | Índia e Asia Central | Ásia e Oceânia|
  ---