Força Aérea


Translation to English not responsability of areamilitar.net.
Service is supplied as is and correct interpretation is not guaranteed.
Embraer pode desistir de vender Super Tucano
Processo pouco transparente cancelará venda da aeronave nos EUA
20.04.2012


A fabricante brasileira Embraer, uma das maiores empresas do setor aeroespacial do mundo, teme que na concorrência para o fornecimento de 20 aeronave de apoio de combate aproximado para as forças armadas norte-americanas, que deveriam ser utilizados no Afeganistão, «as cartas estejam viciadas».

A empresa brasileira considera se retirar do processo de seleção, por considerar que existem indicios de que o processo de escolha não será límpido nem imparcial.
Toda a questão está relacionada com o cancelamento da compra, após todos os testes teresm sido efetuados e a aeronave brasileira declarada vencedora.

Os lobbies da Beechcraft, pressionaram os políticos americanos, dizendo que o governo americano estava comprando aviões de uma empres brasileira, quando sua concorrente americana estava em dificuldades financeiras, ameaçando colocar milhares de trabalhadores no desemprego.

Por estas razões, os brasileiros temem que esteja sendo deitada areia na engrenagem, criando razões para que um novo processo tenha lugar, considerando desde o inicio que se devem proteger empregos americanos.
A tradicional política brasileira de protecionismo (o Brasil é das economias de maiores dimensões uma das mais protecionistas) também não ajuda. Os «engulhos» com a escolha dos caças do programa brasileiro F/X 2, são também um problema.

A politica do presidente Obama e a de seus concorrentes republicanos tem apontado no sentido de criar empregos no país e de impedir que mais postos de trabalho desapareçam.
A SNC «Sierra Nevada Corporation» É uma empresa do estado de Nevada, no oeste dos Estados Unidos, enquanto que a Hawker, tem a sua sede no estado do Kansas.
Em períodos eleitorais, o peso eleitoral dos estados onde estão as sedes das empresas pode ter significado, mas tanto a Hawker quanto a SNC têm sede em estados com a mesma representação eleitoral.

Tentativa de salvar a empresa da falência.
Desde 27 de Março que a Hawker-Beechcraft deixou de pagar as prestações de suas dívidas bancárias, que ultrapassam os 2 bilhões de dólares americanos e embora tenha chegado a um acordo privado com alguns credores, analistas financeiros acreditam que é inevitável que a empresa declare falência, e proteção contra credores ao abrigo do capítulo 11 da lei americana que regula o processo de insolvência.

Ainda que a empresa esteja falida, isto não quer dizer que termine sua produção. A lei americana prevê que ao abrigo do capítulo 11, a empresa possa se reestruturar para voltar novamente ao mercado em condições normais.
Muitas empresas americanas recorreram a este expediente, e de entre elas estão as gigantescas companhias de aviação do país.

Do ponto de vista técnico, a aeronave brasileira aparenta ser praticamente superior em tudo à sua congénere norte-americana. É resultado de um longo período de desenvolvimento que já começou com o treinador «Tucano» e já está ao serviço em vários países do mundo.


Últimas noticias sobre este tema

Gripen da FAB: Contrato assinado

Saab Gripen E/F

FX: Rafale estaria de fora

Embraer pode desistir de vender Super Tucano

Novela brasileira do F/X-2

MMRCA indiano agita F/X-2 brasileiro

Rafale para a Índia pode deixar Brasil de fora

RAFALE: Franceses tentam mais uma vez !

| Forças Armadas de Angola | Exército Brasileiro | Exército Português | Força Aérea Brasileira | Força Aérea Portuguesa | Marinha do Brasil | Marinha Portuguesa | Forças Armadas de Moçambique | Forças Armadas da Guiné-Bissau | Timor - Sociedade | Forças de defesa de Timor | Brasil | Moçambique | Portugal | Listagem de todas as notícias | Listar todos os navios | Listar todas as aeronaves | Listar armas ligeiras | Listar todos os veículos | Listar todos os mísseis | Listar sistemas de artilharia | Artigos de opinião | Médio Oriente | União Europeia | Europa fora a UE | América do Norte | América do Sul e Caribe | África | Índia e Asia Central | Ásia e Oceânia|
  ---