Marinha


Translation to English not responsability of areamilitar.net.
Service is supplied as is and correct interpretation is not guaranteed.
Navios russos ao largo
Depois da força aérea, marinha russa visita Portugal
05.11.2014


Após a força aérea ter escoltado bombardeiros de longo alcance russos próximo ao espaço aéreo português durante duas vezes, tendo enviado caças F-16 para intercetar os aviões russos, agora foi a vez da marinha de guerra portuguesa ter sido chamada a escoltar um navio hidrográfico russo que navegava na Zona Económica Exclusiva portuguesa, mas em águas internacionais.
Os navios de pesquisa oceanográfica foram durante décadas a cobertura oficial utilizada durante o periodo soviético para atividades de espionagem levadas a cabo pela KGB.

Segundo o ministro português da defesa, o navio foi acompanhado até um ponto em que abandonou as águas da ZEE portuguesa.
As águas da Zona Económica Exclusiva são de livre trânsito para qualquer navio, pelo que a sua rota não pode ser forçosamente alterada, pelo menos enquanto o navio alvo não levar a cabo qualquer operação vista como prejudicial, como pesca ilegal, poluição, ameaça à navegação ou atividades de índole violenta.

As autoridades portuguesas afirmaram que a deteção do navio russo é uma demonstração de que o sistema português de vigilância marítima funciona, tal como funciona o sistema de deteção aérea, que na semana passada permitiu seguir nos radares e acompanhar a evolução de quatro bombardeiros pesados russos Tu-95 que se deslocaram desde o norte da Rússia até próximo da costa portuguesa.

As ações russas ocorrem depois que aeronaves de vigilância russa violaram o espaço aéreo dos países bálticos. Na altura aeronaves portuguesas que estão de serviço naquela região como parte da força permanente , e foram intimadas a abandonar a rota por aeronaves F-16 portuguesas.


Últimas noticias sobre este tema

Navios russos ao largo

Cancelado o NPO-2000

NRP Tridente, voltará ao serviço

NRP Tridente chega a Lisboa

Marinha não se interessou pelos U206

NRP D.Francisco de Almeida entregue à marinha

Portugal: Submarinos com garantia

Portugal: Miopia marítima

| Forças Armadas de Angola | Exército Brasileiro | Exército Português | Força Aérea Brasileira | Força Aérea Portuguesa | Marinha do Brasil | Marinha Portuguesa | Forças Armadas de Moçambique | Forças Armadas da Guiné-Bissau | Timor - Sociedade | Forças de defesa de Timor | Brasil | Moçambique | Portugal | Listagem de todas as notícias | Listar todos os navios | Listar todas as aeronaves | Listar armas ligeiras | Listar todos os veículos | Listar todos os mísseis | Listar sistemas de artilharia | Artigos de opinião | Médio Oriente | União Europeia | Europa fora a UE | América do Norte | América do Sul e Caribe | África | Índia e Asia Central | Ásia e Oceânia|
  ---