Asia e Oceania
Sociedade / Política

Secam as lágrimas de dor, mas continua a determinação

por Pak Chul-Woo
16.01.2012


As lágrimas de dor e pesar, já secaram. Com um peso na alma, que as palavras não podem descrever, o povo da Coreia do Norte enterrou no mês passado o seu querido líder, pai e tutor de milhões, a mais brilhante entre as estrelas brilhantes de todas as constelações do universo.

O supremo líder, filho do Grande Líder fundador, nasceu numa humilde cabana numa área libertada durante a ocupação japonesa.
Logo a natureza e os elementos se conjugaram para mostrar que algo de diferente tinha acontecido naquele remoto dia de 1942. Um andorinha pousou na janela da casa, e para espanto de toda a gente, no horizonte, dois arco-íris apareceram esplendorosos e radiantes no sol da manhã.
Nos céus, os estudiosos dos astros anunciaram que havia sido descoberta uma nova estrela.
Auspicioso foi o nascimento de um dos maiores, senão o maior líder que já pisou o solo do planeta.

O Querido líder, em criança: Já vestindo farda militar
Muito cedo, a criança nascida debaixo de tão auspicioso céu, deu mostras das suas qualidades.

Fazendo parte da Liga das Crianças, ainda aos oito anos já estudava teoria marxista, apontando caminhos e soluções para a Coreia, para espanto de todos.

Aos 10 anos, com a Coreia invadida pelos capitalistas criminosos da asquerosa América, já sabia manejar uma arma e dava mostras de destreza na sua utilização.

Sempre ao lado direito do seu Pai, Kim Jong-Il dava todos os dias mostras das suas excecionais qualidades e capacidades de liderança, apoiando o Grande Líder nas suas decisões mais importantes e trabalhando em prol do desenvolvimento revolucionário da Nação Coreana.

Quando num tenebroso dia a inevitabilidade da natureza nos roubou o Pai da Pátria e Grande Líder Kim Il-Sung, foi também a altura para aquele que já demonstrara ser o mais inteligente, o mais capaz, o mais perspicaz, o mais forte, o mais corajoso, enfim, o maior entre os maiores, se apresentar como digno sucessor e enfrentar de peito aberto os sacrifícios que se colocavam à sua frente.

Trabalhador incansável, o Supremo Líder deu o seu melhor em prol do povo e da nação coreana. Seguindo os passos gloriosos do seu pai, Kim Jong-Il, não só fortaleceu a grandiosidade das forças armadas da Coreia, como desenvolveu o país a um nível que ninguém acharia ser possível.

Sob o comando de Kim Jong Il, a economia coreana cresceu a um ritmo superior ao de todos os restantes países do mundo. Rapidamente, as lojas da Coreia do Norte se encheram dos mais variados produtos, dando mostras do brilhantismo das decisões do Supremo Líder.

A quantidade de comida disponível, permitiu mesmo à Coreia enviar para as regiões ocupadas do sul, os restos que o povo glorioso da Coreia dispensou aos pobres irmãos oprimidos do sul.

Isto acontece, porque ao contrário da Coreia Livre, a Coreia a sul, ocupada pelo invasor americano, vivia e vive na mais abjeta miséria.Povo nas ruas do sul, protestando contra o governo corrupto e pró americano.
Todos os dias há revoltas e tumultos contra a ocupação americana, exigindo a retirada das tropas de ocupação.

Milhões de coreanos anseiam pela reunificação, desejosos de serem comandados pelos iluminados líderes da vanguarda do norte e desesperados com a opressão capitalista, que todos os dias mata mais e mais coreanos.

A Nação Coreana, cresceu gloriosa e forte sob o comando firme e corajoso do timoneiro principal. As forças armadas, foram equipadas com o mais sofisticado armamento do mundo, e ficaram prontas a esmagar qualquer ameaça dos cães capitalistas do sul, ocupados pelas hienas fascistas americanas, que insistem em explorar o povo das regiões não libertadas.

O Querido Líder, reforçou as forças armadas e equipou os militares coreanos, com armas que nenhum exército do mundo possui. Uma gigantesca força armada, orgulhosa da tradição militar que ganhou no campo da honra durante a gloriosa vitória contra os cães americanos no inicio da década de 1950.

Deste o tanque Tigre da Tempestade - de longe o mais poderoso tanque do mundo - passando pelas inúmeras peças de artilharia das forças de vanguarda até aos aviões MiG-29 fabricados na Coreia, o país cresceu mais e mais forte.

Finalmente, resultado da liderança iluminada e do inexcedível brilhantismo do grande camarada Kim Jong-Il, a Coreia desenvolveu a sua própria industria de mísseis de curto, médio e longo alcance e entrou no clube dos países possuidores de armas atómicas.

A posse desta armas, transforma a Coreia do Norte na mais poderosa nação do planeta e as suas forças armadas no glorioso estilete revolucionário, com que a grande nação coreana pode esmagar impiedosamente, quem ameace o povo coreano.

O Querido Líder, grandioso filho da nação, sucumbiu a todos os inúmeros trabalhos e tarefas penosas que insistia em desempenhar, mesmo com grande sacrifício pessoal.

Tal foi o esforço, que mesmo a sua titânica vontade acabou por ser vencida pela morte.

O grande camarada Kim Jong-Il está agora sepultado ao lado do seu glorioso pai. Pode ter abandonado este mundo, mas a sua mensagem e a sua inspiração, vivem no espírito revolucionário do povo, que continua determinado a dar a sua própria vida pela defesa do partido e da revolução.

Terra de grandes fenómenos, e abençoada pela natureza, a Coreia tem a sorte de ter agora na figura do Querido Sucessor, o grande general Kim Jong-Un, um digno líder capaz de continuar a guiar a nação no caminho do progresso, mantendo a Coreia como um farol de luz do comunismo brilhante num mundo de caos e trevas.

A Revolução continua.
Viva a República Democrática e Popular da Coreia e o seu líder
Kim Jong-Un.
Este texto é da autoria de Pak Chul-Woo e foi publicado em 16.01.2012.


Últimos artigos de opinião sobre este tema

Secam as lágrimas de dor, mas continua a determinação

Gloriosa vitória na batalha de Yeonpyeong

As opiniões expressas neste artigo reflectem posições e pontos de vista que não são necessariamente os do Areamilitar.net, podendo mesmo ser contrários. A exposição de todos os pontos de vista e opiniões sobre questões militares e de geopolitica ou geoestratégia, é defendida pelo Areamilitar.net, e este espaço é disponibilizado com esse objectivo. As opiniões serão escritas na língua portuguesa, bem assim como os comentários.
Direito de resposta:
É reconhecido o Direito de Resposta, nos termos da Lei, a qualquer entidade que o deseje utilizar, devendo para o efeito ser efectuado um contacto através da caixa de contactos na página principal. Devem ser indicadas as razões pela qual o requerente solicita o uso desse direito, devendo de seguida ser enviado o texto correspondente.